top of page

A COOPERATIVA

Cooperativa Educacional de Araraquara constituída em 4 de março de 1993.
Início das aulas 1º de março de 1994.
NOSSA HISTÓRIA

A ideia de criar uma cooperativa de ensino em Araraquara partiu de Dáphinis Pestana Fernandes e Antônio Carlos de Mello Franco, que a desenvolveram, como resultado de uma visita, em outubro de 1992, à recém criada Cooperativa Regional de Educação e Cultura de São José do Rio Preto, que sediava um encontro de cooperativas de ensino da região.

Com as informações e textos que colheu, Dáphinis começou a conversar com algumas pessoas de suas relações, propondo a criação de uma cooperativa de ensino, também em Araraquara.

Em dezembro de 1992, Dáphinis e seu grupo de amigos organizaram uma primeira reunião, para discutir a proposta à que compareceram poucos interessados dos muitos que foram convidados.

Não desanimaram e, em janeiro de 1993, realizaram dois encontros utilizando as instalações da Associação Comercial e Industrial de Araraquara – ACIA.

Nesses encontros, os que lideravam o movimento esclareciam aos pais convidados, o que é uma Cooperativa de Ensino e quais os princípios do cooperativismo. Colhiam a adesão de novos cooperados, discutiam formas de organização para conseguirem criar e construir uma escola até o início de março do ano seguinte. Os pais, então, distribuíram-se em diferentes comissões de estudo e planejamento para a fundação da cooperativa: Comissão Organizadora, Pedagógica, Divulgação/Educativa, Planejamento e Jurídica e desse modo começaram a buscar formas de viabilizar tais propósito.

Em 04 de março de 1993, contando com 301 cooperados, fundou-se aCooperativa Educacional de Araraquara e foi eleito o seu primeiro Conselho de Administração, em solenidade especial no auditório do campus da Unesp. O Sindicato do Comércio Varejista, a partir daí, começou a sediar a venda e o recebimento de parcelas de cotas, abrigando também as reuniões de esclarecimentos para novos cooperados, sempre às terças-feiras, às 20h.

Em terreno cedido em comodato, pela Prefeitura Municipal de Araraquara, foi realizada a construção do prédio para abrigar a escola, durante o segundo semestre de 1993 e início de 1994.

O QUE É COOPERATIVA

A história das cooperativas começa no início do século XIX na Inglaterra, quando a massa de operários passa a sentir os duros efeitos da relação desvantajosa estabelecida entre capital e trabalho, trazida pela Revolução Industrial.


Os trabalhadores perceberam que se eles se reunissem em cooperativas passariam a ter menos gastos, e até auferir algum lucro na venda de mercadorias.


Foi assim que surgiu a Rochdale Friendly Cooperative Society, uma cooperativa de consumo, que vendia mercadorias a preço mínimo e concedia um retorno sobre o lucro na proporção das compras efetuadas pelos clientes, obrigatoriamente seus acionistas.

De Rochdale, o movimento cooperativista se expandiu por toda a Europa, chegando logo depois, aos Estados Unidos.


Da expansão do cooperativismo decorreram dois outros fenômenos sociais importantes para as primeiras conquistas democráticas:

O sindicalismo e a fundação dos partidos socialistas. Marx, no capítulo 13 de "O Capital" (1867), vê com simpatia a experiência incipiente das cooperativas.

Voltado primordialmente para a área de produção e consumo agrícola, o cooperativismo alcançou as diversas áreas da atividade humana, atingindo mais recentemente a Educação. Com as mensalidades com preços abusivos e o nível de ensino de baixa qualidade oferecido pelas escolas particulares, os pais resolveram associar – se em cooperativas, essas realmente sem fins lucrativos.

A ausência de finalidade lucrativa não é o único traço distintivo das cooperativas de ensino.

 

Elas diferem das escolas particulares comuns também em muitos outros aspectos, como os que seguem:

  • Buscam a autogestão por meio da participação de seus cooperados, corresponsáveis pelos seus resultados;

  • Promovem a qualidade de ensino em permanente sintonia com a sociedade;

  • Capacitam o educando para o exercício da cidadania;

  • Conscientizam seus educandos quanto ao seu papel de agentes de transformação da sociedade;

  • Estabelecem diálogos com a comunidade científica para a aquisição de tecnologia e produção de conhecimento

  • Incutem nos educandos valores éticos de comportamento humano e o compromisso com as questões sociais mais relevantes;

  • Valorizam e estimulam as formas criativas de expressão artística;

  • Desenvolvem mecanismos de ensino compatíveis com as necessidades individuais do educando, levando-os a se integrar harmonicamente com a comunidade;

  • Despertam o sentimento do viver comunitário e do apoio aos mais carentes;

  • Ensejam o aparecimento de lideranças democráticas.

Propósito:

  • Promover a associação de pessoas em prol do fortalecimento de uma cooperativa de ensino, sem fins lucrativos, com o objetivo de oferecer melhor nível educacional associado a um custo acessível.

  • Por meio da criação de uma escola, propiciar o desenvolvimento harmonioso dos processos educacionais de formação e de informação, de modo a estimular nas crianças e jovens a uma atuação social responsável, em que estejam presentes o exercício do senso crítico, da autonomia e a busca de valores e bens coletivos.

  • Instituir e aplicar uma filosofia de educação que busque a renovação permanente, e que seja voltada para o desenvolvimento de uma consciência social, participativa, crítica, democrática e empreendedora.

ASSEMBLEIA GERAL

É o órgão supremo da Cooperativa e, dentro dos limites da lei e do seu estatuto, tomará toda e qualquer decisão de interesse da sociedade, vinculando a todos, ainda que ausentes ou discordantes. (Artº 16, do Estatuto da Cooperativa)

Assembleia Geral Ordinária:

Realiza-se no primeiro trimestre do ano e delibera sobre Prestação de Contas, Balanço, Relatório do exercício anterior, Demonstrativo de sobras financeiras ou perdas, Plano de Atividades da Cooperativa para o exercício seguinte.

Elege o Conselho Fiscal e o Conselho de Administração e todo quaisquer outros assuntos de interesse social, desde que mencionados em edital de convocação.

Assembleia Geral Extraordinária:

Realiza-se sempre que necessário, podendo deliberar sobre quaisquer assuntos de interesse da Cooperativa, desde que mencionados em edital de convocação.

VALORES

A criação de uma cooperativa educacional necessariamente está assentada sobre alguns princípios e valores coletivos que devem sempre orientar as relações interpessoais.

 

São eles:

  • Solidariedade

  • Tolerância

  • Participação

  • Responsabilidade

  • Colaboração

  • Transparência

  • Honestidade

  • Integridade

  • Ética

  • Respeito

  • Liderança 

  • Democracia

PROPÓSITO

- Promover a associação de pessoas para fundar uma cooperativa de ensino, sem fins lucrativos, com o objetivo de oferecer melhor nível educacional associado a custo acessível.


- Através da criação de uma escola, propiciar o desenvolvimento harmonioso dos processos educacionais de formação e de informação, de modo a estimular nas crianças e jovens uma atuação social responsável, em que estejam presentes o exercício do senso crítico, da autonomia e a busca de valores e bens coletivos.

- Instituir e aplicar uma filosofia de educação que busque a renovação permanente e que seja voltada para o desenvolvimento de uma consciência social, participativa, crítica, democrática e empreendedora.

Nossa História
O que é Cooperativa?
Assembléia Geral
Valores
Propósito
bottom of page